DICAS: Planejando uma viagem de 30 dias para Europa


Confesso que essa é uma das minhas partes favoritas, dá um trabalhão e requer muita organização, mas eu gosto. E se você também não quer ficar dependendo de agência de viagem, ou daqueles pacotes chatos, é só seguir as dicas do Malão e se preparar pra sua próxima viagem.

PLANEJAMENTO

Minha viagem estava programada para agosto, comecei a planejar a rota em janeiro. Sentei com a amiga viajante e fizemos uma lista de países que queríamos ir, e olha, não foi nada fácil cortar países como a Itália, por exemplo, mas é ai que entra a inteligência da coisa. Eu sempre me empolgo e quero por todos os países da vida, porque você pensa “Ah! lá é tudo perto”, mas não é bem sim, minha dica é abrir um belo mapa da Europa e tentar traçar rotas viáveis, que sigam uma sequência lógica. Pra me ajudar nisso, também ver distâncias e opções de transporte eu uso o site Rome2Rio, ele ajuda demais e já da também uma estimativa de preço.


DESLOCAMENTO

Todo mundo acha que viajar pela Europa é sinónimo de viajar de trem, mas por incrível que pareça, achei o trem caro demais, e resolvi optar pelo ônibus. Pode ser um pouco cansativo, dependendo da distância, mas o preço compensa demais! Quer ver?

Minha rota ficou assim:

Pra ajudar nessa parte eu sempre crio uma tabela, se não, não há ser humano que lembre de tudo, ainda mais com tanta coisa pra organizar. Só pra vocês entenderem, esse é o print da minha, onde eu coloco todos os lugares, na ordem de deslocamento, meio de transporte, tempo e valor, assim da pra ter um panorama bem legal de gastos e tempo de tempo, também inclui alguns bate e voltas.

Então o roteiro ficou assim, trechos muito longos, avião, trechos menores, ônibus. O maior trecho que pegamos de ônibus foi de Amsterdam pra Berlin, 11hrs, mas por ser um ônibus noturno tem suas vantagens, o preço claro, e também porque assim economizamos uma diária.

COMPRANDO PASSAGENS

Comprar passagens de avião requer muita paciência e tempo, porque os preços variam demais. Eu geralmente compro até 6 meses antes da viagem, por ser mais fácil de encontrar boas ofertas. Pesquiso todo santo dia no google flights, e assim consigo saber mais ou menos a variação. Existem alguns outros macetes, como por exemplo, de terça pra quarta a noite as passagens costumam abaixar de preço, isso também ocorre aos sábados, então com certeza são os melhores dias pra compra. Outro macete é comprar vários trechos da mesma companhia área, isso costuma baratear o custo também.


Depois de comprar as passagens principais (São Paulo/Lisboa - Berlin/São Paulo), é hora de pesquisar as secundárias. Todos sabem que viajar de avião dentro da Europa, pagando muito pouco é totalmente possível, graças as companhias low cost, como a Ryanair, mas é preciso tomar alguns cuidados na hora de reservar voos desses tipo. Se você for um mochileiro ou conseguir viajar por 30 dias com uma mala de bordo de até 10kg, pode se jogar na Ryanair, mas se você, assim como eu, não consegue essa façanha vai ter que pesquisar mais um pouco. É possível pagar pela mala despachada na Ryanair, mas os preços não compensavam muito, pois acabava saindo igual a uma companhia de grande porte, como a Iberia. Mas, nem tudo está perdido, nas minhas pesquisas encontrei outra companhia low cost, a Vueling, que nada mais é do que uma ramificação da Ibéria. Paguei no trecho Porto/Barcelona €120, já incluindo a franquia da mala de até 23 kg despachada. Já no trecho Barcelona/Londres, optei pela British, que também já incluía a franquia da mala e pasmem, teve até comida no voo!

As passagens de ônibus também comprei daqui. O primeiro trecho, Londres/Bruxelas, fiz pela Megabus. Não vou dizer que foi uma tarefa fácil encontrar nosso ônibus na Victoria Coach Station, porque o local do ônibus não aparecia nos portões e nem no próprio ônibus, o que aparecia era um código (sublinhei de amarelo), que fica no meio da sua passagem e eu só fui me tocar disso depois de perguntar muito em qual portão deveríamos esperar, então se for de Megabus fique bem atento.


Os outros trechos eu fiz pela Flixbus, e meu deus, que diferença! Eles tem um app onde você consegue manejar suas viagens, assim como os apps de companhias aéreas, gerando um QR CODE pra ser apresentando na hora do embarque. Além disso, a passagem vem com um mapa do local de embarque e um dia antes da viagem eles enviam por e-mail, novamente, o local e o nome do ônibus.

LUGAR PRA FICAR

Outra coisa que requer ainda mais paciência e pesquisa. Eu costumo ficar em hostel ou residência estudantil, mas também não sou adepta em dividir o quarto com deus e o mundo, o que eu e minha amiga costumamos fazer é pegar um quarto só pra gente, mas pra baratear os custos dividimos banheiro. Alguns lugares até conseguimos pegar hotel, porque saia o mesmo preço de muito hostel. O que barateia o custo também, é fazer a reserva e já pagar, em alguns lugares fiz isso, como Londres e no fim acabou sendo ótimo, porque já fomos com essa parte paga. Eu faço todas as reservas pelo Booking, porque por ele eu também acumulo milhas da Multiplus, outra dica ai, e é super organizado, eles enviam até um roteiro offline da cidade, vale bem a pena.

QUANTO LEVAR

Com tudo comprado vem a parte mais difícil de todas, guardar dinheiro! E ai bate a dúvida, quanto levar pra uma viagem tão longa?? É ai que entra mais uma dica do Malão, o site Quanto Custa Viajar. Nele você consegue uma estimativa de gastos por cidade, dias e por nível da sua viagem (mochileiro, econômico e conforto), assim você consegue ter mais ou menos uma média de preço. Eu calculei €60 por dia, porque isso também incluía pagar a hospedagem em dinheiro, ninguém quer pagar esse tipo de coisa no cartão e voltar com uma dívida enorme da viagem né?


E como levar esse dinheiro? Eu sempre prefiro levar em espécie, mas dessa vez resolvi levar um pouco em um travelcard. Fechei o meu pela CI (Central de Intercambio), e foi ótimo, eles me deram até um desconto no cambio, o que valeu bem a pena. Consigo acompanhar o extrato do cartão pelo aplicativo da Confidence, e a melhor parte é que esse dinheiro não sofre variação de cambio e nem tem IOF, a única taxa é pra sacar, €2 por saque.

CLICAR AQUI PRA BAIXAR MINHA TABELA =)


Quer contribuir com o Malão?

Deixe um comentário pra gente ou mande um direct no nosso instagram =)

#europa30dias #megabus #flixbus #british #rome2rio #quantocustaviajar #booking #CI #hostel #hotel #travelcard

192 visualizações